Plagiocefalia

A plagiocefalia não é apenas um problema estético

La plagiocefalia no es solo un problema estético

A plagiocefalia ou deformação craniana no bebé não é apenas um problema estético, mas se não for prevenida ou tratada a tempo e de forma adequada, pode levar a um achatamento mais grave da cabeça que pode ter consequências a longo prazo para a saúde e o desenvolvimento dos bebés.

A verdade é que os casos leves de plagiocefalia podem ser tratados seguindo alguns conselhos simples: como limitar o tempo que o bebé passa em superfícies duras, praticar tummy time, pegar o bebé ao colo, ou usar colchões que reduzam a pressão na cabeça do bebé enquanto dorme. Claro que, se acha que o seu bebé pode ter plagiocefalia, é recomendável que vá ao pediatra ou a um fisioterapeuta especializado nesta patologia.

Consequências graves da plagiocefalia

Existem casos mais graves de plagiocefalia em bebés que têm sido associados a outros problemas de saúde. A deformação do formato da cabeça pode alterar a posição dos olhos, orelhas e mandíbula, o que pode causar uma assimetria facial.

Além disso, a plagiocefalia pode estar associada a uma série de problemas musculoesqueléticos, como problemas no pescoço (torcicolo) ou na coluna (escoliose), problemas de equilíbrio e até mesmo problemas respiratórios e alimentares devido à posição e postura da cabeça e mandíbula. Também pode afetar o campo visual ou oftalmológico, ou dificultar o processo de aprendizagem do bebé, entre outras consequências.

Colchões desenvolvidos para prevenir a plagiocefalia

Por todos estes motivos, é importante detetar atempadamente a plagiocefalia e, corrigi-la no primeiro ano de vida com meios não invasivos. Isto é de vital importância para a segurança do bebé e para a tranquilidade dos pais.

Os os colchões de mini berço e berço Ecus Kids foram projetados para prevenir a plagiocefalia durante os primeiros meses de vida do bebé. Especificamente, a nossa gama de colchões Care (Care e Care Ultimate), tanto nos modelos berço como mini berço ou alcofa, que reduz em 70% a pressão exercida pelo colchão na cabeça do bebé. Isto permitiu obter o certificado sanitário europeu da Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde (AEMPS), que certifica que são os únicos colchões de berço do mercado que previnem e corrigem a plagiocefalia.

Pode estar interessado

¿Los bebés deben utilizar almohada?
Plagiocefalia: un problema, dos soluciones
De la cuna a la cama: ¿cuándo es el momento?
¿Debe preocuparme la plagiocefalia?