Plagiocefalia

Principais causas da plagiocefalia

Principales causas de la plagiocefalia

A plagiocefalia, ou síndrome da cabeça chata, é uma deformação no crânio do bebé que pode ocorrer por causas posturais, lesão que na maioria das vezes se deve à recomendação dos especialistas de dormir sempre de barriga para cima para evitar a morte súbita do lactente.

Precisamente, foi a Associação Americana de Pediatria (APP) que recomendou em 1992 que o bebé dormisse sempre em posição supina, ou seja, de barriga para cima. Esta solução deu origem a uma lesão como a plagiocefalia posicional ou postural, que afeta atualmente 47% dos bebés em todo o mundo, segundo os últimos estudos desta prestigiada entidade pediátrica. No entanto, apesar deste número de casos de plagiocefalia, a campanha "Back to Sleep" lançada pela Associação Americana de Pediatria teve um enorme sucesso e fez reduzir bastante os casos de SMSL.

Por que ocorre a plagiocefalia?

O crânio dos bebés é muito maleável porque o osso craniano ainda não está formado, o que significa que qualquer pressão externa prolongada ou uma certa postura continuada pode causar uma deformação percetível a olho nu.

As causas da plagiocefalia ou síndrome da cabeça chata podem ocorrer durante a gravidez ou o parto, mas o mais normal é que tenham origem na exposição prolongada à mesma posição da cabeça do bebé quando dorme. Isto é conhecido como plagiocefalia postural ou posicional.

Às vezes, a posição em que o bebé se encontra no útero é uma das possíveis causas da deformação craniana: o envolvimento prolongado ou a posição pélvica cria uma certa pressão na cabeça do bebé. Também influencia quando há desproporção entre o tamanho do bebé e a pelvis da mãe. Ou se for uma gestação múltipla, uma gestação pós-termo ou um feto muito grande (macrossómico).

Depois que o bebé nasce, a principal causa da síndrome da cabeça chata é o apoio da cabeça do bebé sempre na mesma posição por longos períodos de tempo.

Se o bebé não sofre de plagiocefalia por causas neonatais, uma forma muito simples de prevenir a plagiocefalia postural é alternar as posições diariamente. Se o bebé permanecer deitado de costas por muitas horas, é mais provável que ele desenvolva uma deformação na cabeça devido a essa posição prolongada.

Como pode ser evitado?

Outro conselho é aumentar o tempo de brincadeira de barriga para baixo e as alternar superfícies de brincadeira, como o berço, o carrinho e o marsúpio. É importante que o bebé tenha a oportunidade de olhar para os dois lados enquanto está deitado ou acordado.

É importante também que o colchão onde o bebé dorme reduza a pressão na sua cabeça e apresente muitos pontos de apoio. É isso que oferecem os colchões da gama Care da Ecus Kids, uma redução da pressão exercida na cabeça em 70%, o que lhes valeu o registo sanitário europeu da AEMPS.

Se a plagiocefalia do seu bebé não melhorar apesar de seguir todas estes conselhos, consulte o seu pediatra. Um profissional pode recomendar medidas adicionais para prevenir a plagiocefalia postural e determinar se algum tratamento específico é necessário.

Pode estar interessado

Las vacaciones y el sueño de los bebés
Cómo no debe ser el colchón de minicuna
Consejos para elegir el mejor colchón de cuna para tu bebé
La mitad de los bebés presenta problemas al dormir