Consejos de descanso

Método Montessori: 7 conselhos para adormecer o seu bebé

Método Montessori: 7 consejos para dormir a tu bebé

O método Montessori aborda o sono infantil de forma respeitosa e considera que o ambiente de sono deve ser seguro e propício ao desenvolvimento da criança. Esta abordagem envolve uma educação gentil que orienta o bebê para um estado sereno de descanso, respeitando seu ritmo natural e atendendo às suas necessidades individuais.

O método Montessori destaca a importância da naturalidade, reconhecendo que não se trata simplesmente de perseguir sonhos a todo custo. O período de descanso é uma jornada delicada que deve ser enfrentada no dia a dia sem imposições, permitindo o crescimento conjunto com a criança e evitando cair em estruturas ou convenções rígidas. O choro noturno do bebê não é simplesmente um capricho, mas parte integrante desse processo que devemos enfrentar e compreender em seu contexto.

Embora Maria Montessori não tenha fornecido orientações específicas sobre o sono nos seus escritos, os seguidores da abordagem Montessori desenvolveram algumas chaves ou recomendações para o descanso dos bebés.

7 conselhos Montessori para adormecer

1. Ambiente preparado

A ênfase é colocada na criação de um ambiente de sono seguro e calmo para o bebê. Isso envolve manter um ambiente arrumado, livre de distrações e poder ficar longe de ruídos. Use tons neutros nas paredes e nos móveis e esqueça as cores fortes que estimulam demais a criança.

É aconselhável personalizar o quarto de forma que o mais pequeno encontre nele um espaço com o qual se identifique, onde sinta bem-estar e segurança.

2. Respeite o ritmo do bebê

Os bebês não nascem com um relógio biológico desenvolvido, por isso não distinguem entre dia e noite, sono e vigília. O método Montessori incentiva a observação e o respeito aos ritmos naturais do bebê, incluindo os padrões de sono. Isso significa não forçar horários rígidos e permitir que o bebê durma quando precisar.

3. Crie um ritual

Crie situações relaxantes na hora de dormir para que o bebê veja o sono como um ritual positivo. Pode ser ler uma história, tomar um banho quente, relaxar com músicas... Procure fazer isso todos os dias no mesmo horário.

É preciso deixar claro que é hora de dormir, mas ao mesmo tempo acompanhar a criança com carinho e compreensão, abandonando brincadeiras e estímulos e inserindo-a em um ambiente de tranquilidade.

4. Contato físico

O contato físico e o apego entre pais e filhos são valorizados. Alguns pais Montessori praticam a partilha de cama de forma segura, permitindo que o bebé durma perto dos pais até ao primeiro ano de vida , com o objectivo de ajustar os ritmos entre mãe e filho, bem como facilitar quaisquer cuidados nocturnos que possam ocorrer.

5. Vá às lágrimas

Quando a criança acorda à noite é porque precisa do contato da mãe. É um instinto natural completamente normal, a chamada “ansiedade de separação”. Um gesto amoroso, um abraço ou uma carícia podem aliviar o sentimento de solidão e ajudá-lo a encontrar novamente a paz que lhe permite adormecer. Proporcionar conforto também promove a segurança interior da criança e a confiança em relação aos pais.

6. Colchão no chão

Alguns defensores de Montessori sugerem colocar o colchão diretamente no chão, em vez de usar um berço alto e sem grade. Isso permite ao bebê mais liberdade de movimentos e estimula a independência ao entrar e sair da cama. Mesmo que seja uma cama baixa sem grades, será igualmente segura, pois por estar ao nível do solo não haverá problemas para o pequeno chegar ao solo sozinho.

Além disso, a cama ou berço não é considerado apenas um local para dormir, mas também um local onde você pode brincar com bichinhos de pelúcia, receber carinho da mãe, ouvir música, etc. Lembre-se que quando se trata de bebês, nenhum bichinho de pelúcia, almofada ou travesseiro deve ser colocado na cama na hora de dormir.

7. Liberdade de movimento sem superestimulação

Durante o dia, garanta que o bebê tenha liberdade de movimentos. Deixar a criança brincar sozinha , segundo a filosofia Montessori, promove a independência e a autoexploração.

Quando as crianças são constantemente expostas a estímulos excessivos e restrições físicas, como ficar presas em redes ou cercadinhos por horas, isso pode causar agitação e estresse, dificultando sua capacidade de adormecer à noite. Ao permitir que a criança se desenvolva física e mentalmente em seu próprio ritmo, é estabelecida uma base para um sono mais tranquilo.

É importante ter em mente que as práticas Montessori podem variar e que cada família pode adaptá-las de acordo com as necessidades e preferências individuais. Além disso, é essencial seguir as orientações recomendadas para a segurança do sono do bebê, independentemente da abordagem pedagógica escolhida.

Pode estar interessado

Ecus Kids con Afacmur en la lucha contra el cáncer infantil
6 beneficios de leer cuentos para dormir
Plagiocefalia y otras deformidades craneales en bebés
¿El cambio de hora afecta el sueño del bebé?